happy face

Canadá | 2018 | 100 minutos | Diretor: Alexandre Franchi

Montreal, 1992. Distante de sua mãe afetada pelo câncer, Stan, um quixotesco adolescente de 19 anos, disfarça-se e participa de sessões de terapia para pacientes desfigurados, numa tentativa equivocada de se reconectar com ela. Parte história autobiográfica sobre amadurecimento, parte fábula alimentada por Dungeons & Dragons, e parte antídoto contra a tirania da beleza — sem maquiagem, sem efeitos especiais, sem filtro. Isso é Happy Face!

Escrito por Alexandre Franchi e Joëlle Bourjolly e dirigido por Alexandre Franchi, Happy Face é baseado em eventos autobiográficos de quando Alexandre crescia testemunhando a luta de sua mãe solteira contra o câncer. Os outros personagens do filme são pessoas reais com diferenças faciais interpretando uma versão ficcional de si mesmas.

Após uma bem-sucedida carreira bancária no Canadá e no Golfo Pérsico, Alexandre Franchi decidiu abandonar o mundo dos negócios e seguir sua paixão por contar histórias. Após vários curtas-metragens e a conclusão do programa de direção do Canadian Film Centre, Alexandre se estabeleceu em Montreal, onde dirige comerciais de televisão. The Wild Hunt (2009) foi sua entrada no mundo do cinema e estreou no Festival Internacional de Cinema de Toronto, onde ganhou o prêmio de "Melhor Longa Metragem Canadense". Também recebeu o Prêmio do Público no Festival Slamdance de 2010. Happy Face (2018) é seu segundo longa-metragem.