Agadah

 

Itália  |  2017  |  126 minutos  |  Diretor: Alberto Rondalli

Um conde hierático se senta em sua mansão elegante terminando seus escritos. Alphonse, um jovem oficial de Waloon, passa pela Murgia para chegar ao seu regimento em Nápoles, mas logo se vê misteriosamente detido em uma pousada na estranha e variada companhia de ladrões, cabalistas,
nobres, belas mulheres e ciganos, cujas histórias ele
registra em dez dias.

Uma série de situações em histórias dentro de histórias, que, como Decameron e As Mil e Uma Noites, proporcionam entretenimento em uma escala épica. O destino dos dois homens entrelaçados, é difícil saber quem é real entre os dois e quem pertence à mente do outro. Esta é uma jornada para ambos, que Alphonse continuará, se a certeza no final, se suas experiências são reais ou apenas sonhos.

 

O italiano Alberto Rondalli atua como diretor desde os anos 90. Ganhou os prêmios de Melhor Atuação e Menção Especial no International Molodist film festival of Kiev pelo curta de 60 min “Quam Mirabilis”, um Menção Especial no Locarno Film Festival e sua mais recente produção, “Agadah” — baseado no romance de Jan Potocki — foi premiada como Melhor Filme no First Hermetic International Film Festival.